Hub Azul Portugal

NASCEU O HUB AZUL DEALROOM E JÁ TEM 1.045 STARTUPS REGISTADAS

O presidente do Fórum Oceano, António Nogueira Leite, destacou as parcerias com a Euronext Lisbon e com a Caixa Geral de Depósitos (CGD), considerando que “são importantes para atrair novos investidores, para dar acesso a novos produtos financeiros e a diferentes formas de financiamento criando condições para o desenvolvimento da economia do mar”.

Hub Azul Dealroom foi hoje lançada e é a primeira plataforma digital (https://hubazuldealroom.forumoceano.pt/intro) concebida para mapear rapidamente dados empresariais da Economia Azul e fazer matchmaking de negócios entre startups, PMEs e investidores. Já estão registadas na plataforma 1.045 startups (das quais 800 com capital levantado), perto de 1.200 investidores e mais de 100 grandes empresas. O site da plataforma mostra 1.631 rondas de financiamento.

O Hub Azul Dealroom é a plataforma digital de internacionalização global da Economia Azul de Portugal, dinamizada pelo Fórum Oceano (Cluster da Economia Azul de Portugal), em articulação com o Conselho de Gestão Estratégica presidido pela Direção-Geral de Política Marítima do Ministério da Economia e Mar de Portugal.

O Hub Azul Dealroom é financiado pelo Next Generation EU Fund – Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal.

António Nogueira Leite, presidente do Fórum Oceano, realçou no seu discurso que “vamos passar para uma economia em que, mais do que os recursos, são as competências que serão fundamentais para o crescimento do país”.

“Temos aqui uma oportunidade única”, frisou Nogueira Leite. O presidente do Fórum Oceano destacou as parcerias com a Euronext Lisbon e com a CGD, considerando que “são importantes para atrair novos investidores, para dar acesso a novos produtos financeiros e a diferentes formas de financiamento criando condições para o desenvolvimento da economia do mar”.

Paulo Macedo, realçou o valor económico do mar para defender a importância da plataforma. A questão da descarbonização assume particular importância para o banqueiro,

O presidente do Fórum realçou a importância dos protocolos com a Euronext Lisbon e com o maior banco português, a CGD.

Foram assinados esta segunda-feira quatro Protocolos de Cooperação entre o Fórum Oceano, liderado por António Nogueira Leite e quatro instituições. Na Gare Marítima de Alcântara os protocolos foram assinados pelo CEO da Caixa Geral de Depósitos, Paulo Macedo; pelo presidente da StartUp Portugal António Dias Martins; a presidente da EuroNext Lisbon, Isabel Ucha; e presidente do Porto de Lisboa Carlos Correia.

Foram também assinados dois Memorandos de Entendimento (MoU) com a maior aceleradora mundial de startups da Economia azul, o Katapult Ocean e o mecanismo da Comissão Europeia Blue Invest Platform.

“Os protocolos de cooperação que criam as bases destas iniciativas foram hoje assinados na Gare Marítima de Alcântara. Além do acordo assinado entre o Fórum Oceano e a Administração do Porto de Lisboa (APL), esta cerimónia contemplou ainda a assinatura de outros três protocolos de cooperação que o Fórum Oceano fixou com a Caixa Geral de Depósitos, StartUp Portugal e EuroNext Lisbon, bem como dois memorandos de entendimento com o Katapult Ocean, a maior aceleradora mundial de startups da Economia azul, e o Blue Invest Platform, o mecanismo da Comissão Europeia”, afirma o Porto de Lisboa em comunicado.

No âmbito do lançamento da plataforma Hub Azul Dealroom, lançada pelo Forum Oceano, o Porto de Lisboa anunciou que lançou um Programa de Aceleração da Inovação para a Economia Azul, em articulação com o ecossistema de inovação Hub Azul Portugal.

“Com este acelerador, o Porto de Lisboa torna-se o primeiro porto com um programa acelerador da economia azul”, diz a instituição que acrescenta que “o objetivo é criar um ecossistema de inovação capaz de incentivar e escalar tecnologias de relevo nos domínios da digitalização, descarbonização, intermodalidade e circularidade, nas áreas da economia do mar”.

Este acelerador vai funcionar em associação com a plataforma Hub Azul Dealroom, também lançada hoje pelo Fórum Oceano, e que se assume como a primeira plataforma mundial de negócios da economia azul.

Para o Presidente do Conselho de Administração da APL, Carlos Correia, “este é um marco importante para o Porto de Lisboa nos domínios da economia, da inovação, da sustentabilidade e da promoção empresarial. Com o lançamento de um acelerador tecnológico queremos assumir um papel central no desenvolvimento científico e tecnológico ligado ao mar. Somos uma empresa ligada ao mar, num país ligado ao mar e estamos determinados em promover a economia azul, de forma circular e sustentável”.

A sessão de abertura foi levada a cabo pelo Presidente da Administração do Porto de Lisboa, Carlos Correia, pelo Secretário-geral do Fórum Oceano, Ruben Eiras e pela Diretora-Geral da Direção Geral da Política do Mar (DGPM), Marisa Silva.

O encerramento da sessão ficou a cargo do Secretário de Estado do Mar, José Maria Costa, com a cerimónia a ser simbolicamente encerrada com o “toque do sino Euronext” que marca a entrada da plataforma digital Hub Azul Dealroom no mercado.

Notícia Jornal Económico: https://jornaleconomico.pt/noticias/nasceu-o-hub-azul-dealroom-e-ja-tem-1-045-startups-registadas/

Facebook
Twitter
LinkedIn